Festival MADA + Ribon

Aplicativo permite que pessoas comuns façam doações para diversas ONGs pelo mundo, sem gastar dinheiro. Após anunciar algumas das atrações da edição de 20 anos, o festival MADA – Música Alimento da Alma -, que acontece dias 12 e 13 de outubro, divulga hoje a parceria com o Ribon. Desenvolvido por uma startup de Brasília, que […]

Aplicativo permite que pessoas comuns façam doações para diversas ONGs pelo mundo, sem gastar dinheiro.

Após anunciar algumas das atrações da edição de 20 anos, o festival MADA – Música Alimento da Alma -, que acontece dias 12 e 13 de outubro, divulga hoje a parceria com o Ribon. Desenvolvido por uma startup de Brasília, que leva o mesmo nome do aplicativo, o projeto possibilita a experiência real da doação a partir do dinheiro gerado por anúncios, de forma totalmente gratuita para o doador. Hoje, o Ribon tem parceria com as ONGs Evidence Action, de água potável, Project Healthy Children, de nutrição infantil, Living Goods, de saúde básica e com a SCI (Schistosomiasis control initiative), que distribui medicamentos contra doenças tropicais. Todas elas estão entre as 18 ONGs mais eficazes do mundo do ranking The Life You Can Save, que seleciona instituições atuantes em locais de extrema pobreza pelo mundo, no Brasil nenhuma ONG atende a essa escala atualmente.

Assim como o MADA, empresas como Votorantim e Visa, também apoiam o aplicativo, que foi criado em 2016 pelo engenheiro Rafael Rodeiro. “O MADA é o primeiro festival que acredita no poder da doação e na seriedade do trabalho do Ribon. Nossa intenção é gerar envolvimento do nosso público e fazer com que ele perceba a importância no ato de doar“, ressalta Jomardo Jomas, diretor do MADA, que vai custear as doações dos apoiadores. Segundo o idealizador do projeto, o aplicativo quebra as barreiras da doação, uma vez que as pessoas não precisam sair da rotina ou desembolsar dinheiro, e tem um enorme impacto social. “Sabemos do impacto que podemos causar. Queremos que o Ribon seja um agente ativo na erradicação da extrema pobreza do mundo”, explica Rafael.

Na prática, funciona assim: todos os dias, o aplicativo envia aos celulares cadastrados uma história inspiradora patrocinada por grandes empresas parceiras. Cada notificação recebida gera 100 “ribons”. A moeda virtual pode ser acumulada e, então, doada a causas sociais no mundo todo. Com um dia no aplicativo é possível doar dois dias de água potável; sete dias de comidas nutritivas; prover três dias de medicamentos; e um dia de saúde básica para pessoas de todo o mundo. “Apresentei a ideia inicial do Ribon para o Marco Gomes, fundador da Boo-box e o Mova Mais e eleito o melhor profissional de marketing do mundo. Fiz isso mandando um “oi” no email público do blog dele, e desde aquela época, Marco está no time do Ribon como sócio-mentor. Após isso, em junho de 2016, apresentei a ideia inicial para algumas pessoas, e Carlos Menezes e João Moraes entraram como co-fundadores no Ribon, Carlos é responsável pela tecnologia e João assina o design“, conta Rafael.

Festival MADA | 1998

Vídeo resumo da primeira edição do Festival Mada, que aconteceu em 1998, no bairro da Ribeira, em Natal.